sábado, 28 de fevereiro de 2009

Brazilian Girl

Quase que não consigo entrar na internet hoje. Ou melhor, quase que não consigo LIGAR o computador. Sei lá o que foi que deu nele, que não ligava DE JEITO NENHUM. Sério, desde as 18h que tentava ligar, e ele só foi funcionar de 22h. Digaê que birra! E eu falando com Darrel, 'he's not working' aí ele 'seu laptop tem um nome? tipo, earl? porque você fica falando 'ele'' ieajeiuaehuaheuhea. Eu esqueci que deveria me referir ao laptop como 'it', foi muito engraçado.

Sim, computador funcionando, vamos ao dia de hoje: me dei ao luxo de acordar às 11h, comi, tomei banho, assisti tv, entrei na internet... ah, como eu adoro o fim de semana! euaheuhauehaeu Aí de umas 14:30h saí com Kenyatta e London. Me inscrevi na academia (\0/) e depois fui trocar um sapato, por causa do tamanho. Como não podia levar um 6 e um 6 e meio, tive que trocar de modelo. =P Depois fui no Farmer's Market comprar carnes, mas acabei trazendo outras coisinhas. Como o iogurte de 1 litro, que pelo visto é coisa de mexicano, por aqui =P

Ainda tou esperando a resposta da bolsa na YMCA, mas inscrevi nessa porque só até hoje é 10 dólares a mensalidade. Muito bom, né? E a academia é novinha, grande, bem boa =) O único problema é que só tem musculação, mas por 10 dólares, reclamo de nada! ;D Mas o engraçado foi o cara de lá. Eu tinha ido na quinta pra conhecer a academia e ele me atendeu. Dei uma volta na academia com Kenyatta e disse que depois voltava. Aí quando cheguei hoje ele me reconheceu e falou pra eu ir pra uma mesa, pra preencher o contrato. Só que todas as mesas tavam cheias, aí ele mandou eu e Kenyatta esperarmos no escritório. Ficamos lá conversando e depois ele chegou.
Aí ele fez 'como vcs se conheceram?'
e Kenyatta 'ah, ela é minha aupair'
'Sua o quê?'
'Aupair, é tipo uma babá que mora na sua casa'
'Ah, legal. Ela é muito bonita'
'Hauehueh. Ela é do Brasil'
'Ahhh..' (no estilo, 'tá explicado')

Huheuaheuhauehua. A fama das brasileiras aqui tá boa! Aí ele foi falar que tinha ficado com uma brasileira por um tempo (- ela era muuito bonita!) e que era muito difícil aprender português, que a única coisa que ele falava era 'oi'. Depois foi perguntar a Kenyatta se o cabelo dele tava bom. Ri muito depois, com ela dizendo que deu vontade de responder 'tá sim, mas tá faltando alguns' uaheuhauehauehuheuaheuha. Muito engraçado um cinquentão querendo fazer gracinhas!

Ah! e quando eu tenho chance de sair da minha vidinha de subúrbio, nem fico sabendo ¬¬ Milla, a aupair brasileira que mora aqui perto, me deixou um scrap, chamando pra sair, mas eu só vi 3 horas depois, já que meu laptop não ligava >=/ Enfim, mas o que importa é que ele tá agora que ele tá funcionando, espero que continue assim =)))

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Sobre hoje

Hoje fui fazer feira =) Tava precisando, viu? Aí comprei um monte de coisa e Kenyatta disse que vai ficar me dando um dinheiro por semana, pra eu comprar comida. Achei ótimo!! Principalmente porque não sei se vou usar tudo toda semana, ou seja, mais um dinheirinho pra mim. Mas então, lá tou em com Kenyatta no Walmart, alegre e feliz na parte das sopas (não mais porque queria a sopa de casa =~) quando aparece um ser estranho, meio árabe, sei lá, vira pra mim e faz 'você é uma moça muito bonita'. Aí eu 'ok..' com uma cara de 'an!? oO' e viro. Continuamos minhas compras, blablablá, e quando estamos indo pro carro, um outro carro diminui a velocidade, e com o vidro aberto o cara pergunta (sim, o mesmo, claro) 'você é solteira?'. Isso Kenyatta já tava com sono, de saco cheio, aí falou 'Não!' e eu 'que cara doido!' em português. ueahueheuahae Digaê que viagem danada. Postei isso só pra mostrar que tem doido em todo canto. Fato.

Hoje também fui na academia ver os preços, uma é bem baratinha, mas só tem musculação e a outra tem que pagar uma inscrição de 75 dólares, ou seja, nem rola. Sou aupooor, poxa! Aí vou tentar uma 'bolsa' lá. Espero que eu consiga pagar o mesmo valor que pagaria na outra, porque lá tem pilates, yoga, um monte de coisas =)

E o meu dia foi basicamente isso. Já guardei a feira (digo logo que fiz milagre, porque não tem armário suficiente) e agora vou comer. London deu uma abusada no fim do dia, acho que os dentinhos dela tão começando a nascer, mas de resto foi tudo tranquilo. Ah, esqueci de mencionar que agora eu tenho uma cadeira! Digaê que moderna eu sou =D E minha mesa, a que tava de pernas pra cima, foi consertada também. Posso fazer refeições à mesa como uma pessoa normal agora =~ (como se eu fosse fazer, né? =P)

Sobre ontem

Meu post de ontem simplesmente sumiu, então lá vou eu de novo...

Ontem banquei uma de Ofélia aqui. Como tinha umas bananas que iam estragar, decidi fazer um bolo. Ficou até bom =) Aí tinha também umas uvas, então fui fazer uma geléia. O problema é que não tinha peneira aqui (!!), aí tive que parar na metade =P Mas depois Darrel comprou uma peneira aí eu terminei. Não ficou no ponto não, porque a receita era pra 2kg de uva e eu acho que eu não tinha nem 1! Eu até tentei adaptar, só que não deu muito certo. Mas tudo bem, pra primeira tentativa até que não ficou tão mal.

Ah, antes de ontem esqueci de comentar que não vou fazer as aulas de inglês no lugar mais próximo de casa, e sim no que fui me inscrever na terça. Queria muito fazer no Gwinnett Tech, mas só tinha sexta e sábado de manhã, e olha a minha cara de quem vai acordar cedo no sábado pra ir assistir aula, né? ¬¬ Já basta esses anos todos da Católica! Kenyatta até disse que dava, que Darrel me levava, que a mãe dele ficava com London na sexta, mas ia mudar meu horário todinho aqui, eu não ia ter meus fds livres, nem compensa!

Bom, continuando com o espírito de Ofélia, vou lá fazer meu almoço =)

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

But your english is so good!

Então, hoje fui me inscrever no curso de inglês. Preenchi um papel e fui pra fila. Gigante. Quando cheguei na metade dela, o cara da minha frente decidiu falar algo sobre meu anel. Em espanhol. Entedi porra nenhuma e meia hora depois, quando ele mostrou o dele, fui entender que tínhamos anéis iguais. Ficamos conversando, blablablá, chegou minha vez. Eram só perguntas simples, tipo, de onde vim, há quanto tempo tou aqui, o que precisei fazer pra ser uma aupair, como é o meu dia-a-dia, se tou gostando daqui, descrever umas figuras, umas coisas bem bestas. Aí a mulher que tava me entrevistando perguntou: 'por que você quer fazer as aulas?' e eu 'ah, preciso melhorar e tal' e ela' mas você fala muito bem, sério' e falou algo tipo que não podia me dar notas muuito boas senão eu não poderia fazer o curso (vê que moral). Aí quando acabou ela fez 'você foi muito bem, nem se preocupe. você vai pro nível 5 -são 6-, mas eu não posso te colocar no 6, então..' e eu 'tá, tudo bem' e ela 'mas o que você quer aprender?' e eu 'ah, preciso melhor a escrita, a gramática' e ela 'ah, mas sua gramática tá ótima, melhor do que de muita gente nascida de criada aqui'. Sim, eu me achei! Esqueci até a fome, a aporrinhação de London hoje de tarde (ela chorou demais, hoje oO), tudo! uehaeauhauheaeuh. E depois dessa eu nem comento mais nada por hoje. Vou lá fazer minha comidinha com meu ego massageado ;D

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

New Orleans - Continuação

Bom, no sábado fomos pro Frech Quarter assim que acordamos. Lá tomamos o café au lait (vulgo café com leite, ou pingado, para os íntimos) e comemos beignets, um bolinho que parecia um bolinho de chuva - só que maior, quadrado e com MUITO açúcar refinado de uma cafeteria famosa, a Café du Monde. Sério, vinha uma quantidade absurda de açúcar, joguei mais da metade no lixo. Aí fomos pra St. Louis Cathedral, a primeira igreja da cidade, creio eu. É essa aí:

video

Demos uma volta pelo French Quarter e voltamos pra casa. Comi, assisti tv e depois de um tempo voltamos pra lá. Tava cheio, os americaninhos tudo se soltando, muito engraçado! As mulheres mostrando os peitos por aqueles colares (e ainda falam do carnaval do Brasil...), as pessoas bebendo (ah, Darrel e Kenyatta compraram um strawberry daiquiri pra mim. só bebi metade, negócio grande danado!), aquela festa. Parecia Olinda, mas só com gringos, sem o beijos - apesar da nudez (vai entender) - e mais frio. Beeem mais frio!

Na hora que Darrel foi comprar o daiquiri, um pirralho chegou com um 'how are you doing cutie' pra mim que foi hilário. Hilário porque eu não entendi nada e ele sobrou. Kenyatta riu que só. Isso aconteceu na Bourbon Street, que é tipo a 'rua da perdição' de lá. Tem altos cabarés, mas não enrustidos feito os daí, é bem explícito mesmo, com cartaz de mulher pelada na parede. Bagaceira mesmo =P Mas também tem uns bares legais, e o French Quarter é lindo, cheio de coisas legais. Nos vídeos dá pra ter uma idéia ligeira de como é o lugar nessa época do ano:

video

video

video

video

À noite nem saímos, porque tava chovendo e tal, e no domingo fomos pra igreja. Era uma igreja batista, em que 99,99% das pessoas eram negras. Sério, era que nem nos filmes. O povo cantando, batendo palmas, muito legal. Mas na hora do sermão era aquela coisa de sempre =P Um cara lá, super pintoso, foi falar que Deus nos deu o sexo para a procriação, que as pessoas têm que casar antes de fazê-lo (¬¬) e que a bíblia mostrava que era contra o myspace (????). A outra metade da missa eu não entendi, porque eles falavam rápido/embolado, mas o que deu pra ouvir e que eu realmente lembro foi basicamente isso.

Carnaval em New Orleans

Então, nessa época do ano lá em New Orleans eles têm uma festa chamanda Mardi Gras. Todas as casas ficam enfeitadas com as cores da festa - roxo, verde e amarelo - e com uns colares que são meio que o símbolo da festa (os chamados Mardi Gras Beans). Saímos de casa de umas 5:15h da sexta, num frio da poha (acho que tava 0 grau lá fora) e chegamos em New Orleans de umas 12 e pouca, 13h. Deveríamos ter chegado antes, mas pegamos um engarrafamento monstro na ponte sobre um rio mais longa do estado =P Kenyatta, Darrel e o irmão dela disseram que isso nunca aconteceu com eles. Que sorte, hein, Thamillys? ¬¬

Assim que chegamos em New Orleans o irmão de Kenyatta começou a falar sobre o furacão Katrina, de onde a água veio, a área que ficou toda submersa (incluindo a antiga casa dela) e que agora tá quase toda abandonada. Apesar de já ter passado um tempo e a cidade estar até em agora - apesar de metade da população não ter voltado - o furacão é um tema recorrente lá. Nas lojinhas de presentes mesmo, você encontra vários livros sobre o tema.

Mas voltando à sexta-feira: chegamos lá e fomos no trabalho da mãe de Kenyatta, Ms Taft. Depois de um milhão de fotos, fomos almoçar. Kenyatta queria um tal de 'shrimp po-boy', e eu doida pra saber que forma de preparar camarão era essa. Paramos então perto da casa da mãe dela. Não tinha de camarão. E advinha o que é um po-boy? Um sanduíche. Numa baguete. ¬¬ Comemos, tirei um cochilo e à tarde fomos pra casa duma tia dela. Ficamos um tempo lá, voltamos e fomos pra 'parade'. É legal, mas meio parada mesmo =P São apenas uns 'carros alegóricos' e umas bandinha de colégio. Na verdade o problema nem é esse, isso é legal, é que o povo que assiste é muito parado e tava um frio danado! (cadê minha caipirinha, meu deus? eauheuhae) Bom, aí vão os vídeos:

video


video

Esses negócios que eles tão jogando são os beans. Eles também jogam umas moedas, copos, um monte de coisa, e os caras que estão nos carros usam máscaras. Nunca vi tantos olhos azuis juntos! ueahuehueaheah. Teve um que tava num carro desses e ia jogar um negócio, aó eu fiquei olhando e ele querendo jogar, mas eu não levantei a mão nem nada, aí quando ele já tava mais distante fez um gesto como se dissesse 'eu tentei...' foi muito engraçado. Mas ainda voltei pra casa com 3 moedas e uns 20 colares =PP Ah, são por esses colares que as mulheres ficam com os seios à mostra (vulgo peito de fora) na French Quarter. Depois posto os vídeos de lá.


video

Float da Marinha Americana. Aiaiai papai! hueauheauhea.. E eles tinham uma banda de jazz no carro, muito boa!


video

E esse tinha uma banda de rock ;D

Mais tarde posto sobre o sábado =)

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Nem viajei ainda, mas voltei aqui pra escrever as novidades de hoje. À tarde saí com Kenyatta e London. Fomos no banco, onde ficamos um tempinho e abri minha conta. Digaí que importante eu tou. Não tinha conta no Brasil e tenho aqui. Pense! uehaeuhauehuaehe Depois fomos no 'shopping'. Como aqui é subúrbio, os shoppings não são como o daí não. É tipo um bando de loja do lado da outra com um estacionamento no meio. É como se cada entrada do shopping daí fosse uma loja diferente - essa é a explicação. Enfim, recebi meu primeiro salário hoje, tinha que usar o cartão de crédito pra não cancelarem a conta e pronto, foi isso que fiz. auehuaheuhae. As coisas aqui são muito baratas! Blusa por $3,99, sapato por $6,99... Fiz a festa! ;D Tá, nem tanto assim, mas vou ficar um tempinho sem comprar sapato (comprei 3) Bom, comprei tb duas blusas e um óculos escuro, uns hidratantesinhos (que depois eu descobri não serem dos mais cheirosos ¬¬) e gastei quase 60 dólares nessa brincadeirinha. Acho que já tou começando a pensar em dolar, parando de converter pra reais, pq senão estaria desesperada. uaehuaheuhaehea. Bom, vim só pra falar isso mesmo. Bom carnaval pra todos! Aproveitem por mim! \o/

Então, ontem não postei no mesmo horário de sempre pq aqui tava com um "Tornado Warning", chovendo e tal, e a internet tava uma porcaria. Depois, quando ficou melhor, já tava tarde e eu nem tava com mais saco pra escrever nada. Enfim... Sobrevivi ao meu primeiro alerta de tornado até bem. Não fiquei nervosa nem nada, acho que porque aqui o povo tava bem nem aí. É meio surreal a situação, porque eu tava assistindo tv e daqui a pouco entra uma legenda na parte de cima da tela dizendo que é um ***TORNADO WARNING*** e pra quais lugares e uma voz de um cara dizendo o que fazer. Quando fui lá pra cima pra lavar minha roupa Darrel até brincou, dizendo que se eu acordasse de noite e eles três estivessem no cantinho do meu quarto não era pra eu me assustar. euahuehaeu. Mas foi tranquilo, não teve nada não e acho que pela primeira vez não acordei de madrugada. Bom, além disso, conversei com Kenyatta sobre nossa viagem. Sairemos amanhã às 4h da manhã e voltamos no domingo depois da missa. Sim, eu vou pra missa. Ela veio até me perguntar se eu tinha vestido pra ir. Depois de três mil anos sem ir pra uma missa, vou pra uma missa em New Orleans. uaheuhauea. Ela também falou que no sábado Darrel vai me levar pra ver os desfiles do Mardi Gras e na sexta a gente vai conhecer o French Quarter, um bairro antigo de lá, que é um dos maiores pontos turísticos da cidade. Espero também que eu consiga ver algo legal de jazz, né? Ah, coloquei fotos do meu cafofo lá no picasa. O link é http://picasaweb.google.com/milly.rodrigues/Cafofo Depois coloco umas aqui tbm.
Agora tenho que ir pq London acordou. Depois conto como foi viagem! =]

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Conclusões (culinárias) do dia:

1. Não sei cortar frango direito - (mas ele fica bom depois de pronto)
2. Meu arroz é bom - (e isso é um fato)
3. Comer na panela é tão mais prático! uaheuhaeuh ;DD
Então, falei tanto que London era queitinha que hoje ela se atacou. ueaheuhaeuae. Sei lá o que ela tinha, mas passou parte do dia chorosa, principalmente pela manhã. À tarde ela também tava um pouco abusada, mas ainda dormiu por um bom tempo - em cima de mim! Eu deitei numa poltrona aqui e ela ficou na minha barriga. Fiquei um tempão assim, pra ela não acordar, e quando decidi colocá-la sozinha ela acordou pouco tempo depois =P Pois é. À tarde a gente ficou aqui em baixo, 'na minha casa' e achei até melhor, porque pude entrar na internet, escutar umas musiquinhas - ela adorou Marisa Monte! aheuaheuhea -, também fiquei mais à vontade, né? E fica mais prático, porque como aqui é menor, fica tudo mais perto.
Bom, ontem vi os sites de umas escolas que tem aqui perto mas ainda não decidi nada. Semana que vem vou lá e vejo que curso fica melhor pra fazer. Na verdade, só vou poder fazer as coisas semana que vem mesmo. Só tenho mais quarta e quinta aqui, já que sexta viajo de madrugada pra New Orleans - onde fico o fds todo.
Alguma novidade, volto aqui.
Ah, hoje abri o kitkat que comprei sábado. Na moral, quechocolatebomdaporra! ;D~

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

1st day of work

Então, hoje foi meu primeiro dia de trabalho de verdade. Acordei de umas 6:40h, tomei banho, comi e subi. Kenyatta deixou London comigo e foi pro quarto dela. Passei a manhã toda na sala com London, só de 12h que tive uma pausa pro almoço. Aí decidi que ia fazer comida de verdade. Fiz arroz com cenoura e frango frito. Pense na belezinha. Mas tava até gostoso, viu? Só não vou poder cozinhar na hora do almoço. Minha comida ficou pronta quase de 13h! Levei uns 40 minutos pra fazer, aí, né... Bom, quando eu tava na metade do meu prato, a area director (a mulher da agência) chegou, aí parei de comer pra ir conversar com ela. De umas 13:45h ela foi embora e eu voltei a comer. Escovei os dentes e tal e subi. Fiquei com London até 17h, e esse vai ser meu horário diariamente. Quero só ver... Já tou cansada aqui. euaheuhauehae. Mas acho que com o tempo me acostumo, né? Bom, agora tenho que lavar a louça, que os pratos e panelas do almoço estão todos sujos ainda! Essa semana acho que vai ser só isso mesmo, talvez no fim-de-semana eu tenha alguma novidade mais interessante.

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Mais um email...

Pois é, pessoas, tou em 'casa'! Kenyatta foi me buscar ontem no hotel e de lá voamos pra cá. Tava esperando ela chegar de 13h, então almocei tranquilamente, fui repetir meu prato, quando escuto 'Thamillys, who's Thamillys?' e olho pro lado da adorável (¬¬) Tracye - a orientadora do treinamento - e Kenyatta tá do lado! Tomei um susto, fiquei nervosa, foi uma viagem. Aí ela veio, me abraçou e todas as brasileiras atrás da gente 'ooown.. é a host dela!'. Foi até engraçado ver a empolgação das meninas, porque estávamos todas esperando nossos hosts ou a hora de viajarmos pra nos encontrarmos com eles, e todo mundo tava apreensivo pra saber como seria seu primeiro encontro, né? Enfim, ela sentou na mesa comigo, puxou conversa com as meninas, foi ótimo!Depois fomos pro aeroporto, que nosso vôo tava marcado pra 15:30h. Como tava ventando muito por lá, o vôo atrasou e ficou marcado pra 17:30h, mas só decolamos depois de umas 18h... Adoro voar e acho que todo mundo sabe disso, mas torei um aço triiiste! O avião balançava mais que tudo, no começo; foi péssimo! Mas depois estabilizou e chegamos em Atlanta quase 21h. Minha mochila sumiu, mas Kenyatta conseguiu pegá-la rapidinho. Ainda bem, porque todos os presentes e minhas blusas de manga comprida tavam lá =PDe Atlanta pra cá demora pouco mais de meia hora, mas a estrada é ótima e tem muitas lojas no caminho, então é tranquila a viagem. A casa é ótima, grande e tal, e vou ter como se fosse uma casinha só pra mim. É no porão aqui da casa, mas tenho quarto, banheiro, uma salinha e uma cozinha. Ou seja, ótimo, né?? London é bem calminha, chora só quando tem fome ou quer trocar a fralda, basicamente, e agora tá dormindo. Espero que eu não tenha muito trabalho, mas pelo visto ela é quietinha mesmo, espero que continue assim =PBom, já escrevi um monte, vou-me agora. Como tou com meu laptop aqui, vai ser mais fácil falar com vocês pelo msn e vou tentar dar uma ligadinha de vez em quando, mas só pra telefones fixos, ok? Ou seja, passem-me seus números e horários! E sintam-se à vontade pra me mandar emails dizendo as novidades.Saudades de todos! Cuidem-se e até mais. =********

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Cheguei! \o/

Pra começar do começo, decidi copiar o email que mandei pra vocês aqui:

Entao, amadas pessoas, tou nos States e tou viva! Ta, todo mundo ja sabe disso, mas enfim.. Decidi mandar um email contando como tao as coisas por aqui. Nao reparem na falta de acento, eh que o teclado aqui eh diferente. Bom, comecando com comeco, a viagem foi tranquila, apesar de longa e cansativa, e o fato de estar com mais um milhao de au pairs brasileiras me deixou beeeem mais tranquila. Na verdade isso tem me deixado tranquila ate agora, tava comentando com as meninas que nem tou me sentindo nos EUA, pq tou falando portugues constantemente - apesar de ouvir ingles o dia inteiro. Isso gera situacoes engracadas de vez em quando, pq acabo falando portugues com meninas de outros paises ou ingles com as brasileiras. Outro momento que nao me senti nos EUA foi quando fomos pro Wall Mart. Serio, acho que ouvi mais espanhol do que ingles la! Na verdade em todo canto tem alguem falando espanhol por aqui. Tou dividindo o quarto com uma colombiana - oootima! - e uma neo-zelandeza - que nao falo tanto, mas eh bem legal tambem -, entao e espanhol o tempo todo. Essa colombiana vai ficar no mesmo estado que eu, mas ainda nao descobri se nossas cidades sao proximas. De todo jeito, tenho me divertido bastante com ela e boa parte das brasileiras tambem sao bem legais.Ontem fui pra Nova York, mas nem andamos muito. Tambem nao tirei muitas fotos porque - como sempre! - a camera descarregou =/ Mas deu pra tirar uma com a estatua da liberdade ao fundo (beeeem longe, mas...) e depois mando pra voces algumas. Nesse lugar que fui pra ver a estatua tava 1 grau, e eu com aquele me casaquinho preto.. pense!! muito frio! mas foi legal.. queria ter tirado foto da fumacinha, mas nao deu.. euaheuhaue. Aqui no hotel e redondezas ta friozinho, mas ta bom. Passamos o dia de casaco, cachecol, chiquerrimas! uaheuaheuhaeAmanha vou pra 'casa', ai vou ver se consigo entrar na internet com mais tempo pra falar com voces no msn ou pelo menos escrever um email com pe e cabeca - diferente desse - e mandar as fotos tambem. Beijos pra todos e mandem-me noticias dai!!! =*************